Catedral de Munique

A Catedral de Munique também é conhecida como Catedral de Nossa Senhora Bendita (em alemão  Frauenkirche).

Esta catedral é a maior igreja de Munique, na Alemanha, e está localizada no centro da cidade na “Frauenplatz 1”. 

Ela foi construída sobre os restos de uma antiga basílica romana, foi inaugurada em 1494.

Somente em 1525, terminaram a construção das duas torres cobertas por peculiares cúpulas verdes. O exterior da catedral é todo em tijolo vermelho.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o teto da igreja desabou, as torres sofreram danos, a maior parte do interior do templo ficou destruída, com isso toda a igreja teve que ser reconstruída e essa reconstrução só terminou em 1994.

Apesar de tudo isto, se conservam alguns tesouros como o altar de São André, alguns vitrais e a tumba do imperador Luís IV da Baviera.

Existe uma lenda que desperta a atenção nesta catedral. No centro da igreja há um a “Pegada do Diabo”.

De acordo com a lenda, o arquiteto responsável por construir a igreja pediu ajuda ao Diabo para terminar a obra, uns dizem que ele teve que pedir ajuda porque estava ficando aquém do orçamento para completar sua obra, enquanto outros falam que o diabo frequentemente intervinha na construção de igrejas, causando acidentes que atrasavam o trabalho, inclusive alguns templos levaram séculos para terminar a construção.

Então o diabo disse que ajudaria o arquiteto a concluir sua obra rapidamente, mas em troca impôs uma condição: que a catedral não tivesse janelas nem vitrais. Desta forma, naquele templo não poderia entrar a luz, nem a luz natural nem a divina.

Von Halsbach concluiu a obra vinte anos depois do seu início. Colocando as colunas internas da catedral, de modo que elas pareciam se sobrepor como se fossem uma parede, escondendo as belas janelas de quem olhasse da porta de entrada.

Como o diabo não pode entrar em um lugar sagrado, da porta de entrada não via as janelas e o grande vitral atrás do altar estava coberto por um imenso retábulo.

Quando o diabo foi verificar a obra terminada percebeu que o arquiteto dispôs as colunas da igreja de forma que tapassem as vistas das janelas. Então o diabo percebeu que foi enganado, aborrecido bateu com o pé tão forte no chão que ali ficou marcada a sua pegada, bem no ponto onde as janelas não podem ser vistas.

A Catedral de Munique  e um dos maiores edifícios góticos da Alemanha.

Anúncios