Diferença entre furto e roubo

Para as pessoas que não são da área do direito, uma dúvida muito comum é a diferença entre furto e roubo.

O Código Penal Brasileiro assim define o furto:

“Art. 155 – Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel”.

Como podemos perceber furto é quando alguém subtrai alguma coisa móvel de outra pessoa, como por exemplo uma carteira, uma bicicleta, um carro.

Já o roubo é definido pelo Código Penal Brasileiro da seguinte forma:

“Art. 157 – Subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência”.

Pode-se notar que no roubo existe a utilização de violência ou grave ameaça para realizar a subtração da coisa alheia móvel.

A grave ameaça consiste em ameaçar de forma que cause temor real à vítima, como por exemplo dizendo que vai matar a vítima, mostrando-lhe uma arma de fogo. Enquanto a violência consiste em ofender a integridade física da vítima, como por exemplo lhe batendo para entregar a coisa que irá ser roubada.

Diante de todo o exposto, observa-se que a diferença entre o furto e o roubo é que no furto não há o emprego de violência ou grave ameaça e no roubo há a utilização de violência e/ou grave ameaça (de forma isolada ou de forma cumulativa) para a obtenção da coisa.

 

 

Por Priscilla Machado

Anúncios

Autor: machadoprik

Dizem que o nosso destino não está dentro de nós, que não escolhemos nossa sina. Mas a verdade é que nós temos que ser valente o bastante para escolhê-lo.