Instituto Inhotim

O Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho no Estado de Minas Gerais, é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil, da qual faz parte uma valiosa coleção de arte modernista que incluí trabalhos de PortinariGuignard e Di Cavalcanti.

Este instituto é considerado o maior museu a céu aberto do mundo, com a área total de 786,06 hectares, sendo que em área de preservação são 440,16 hectares, que compreendem os fragmentos de mata e incluem uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) com 145,37 hectares.

A localização é um ponto forte do Instituto Inhotim, que fica dentro do domínio da Mata Atlântica, com enclaves de cerrado nos topos das serras, situado a uma altitude que varia entre 700 metros e 1 300 metros acima do nível do mar.

O seu jardim botânico tem 4.300 espécies em cultivo (marca atingida em 2011) e está cercado por mata nativa, com trinta por cento de todo o acervo em exposição para o público (cerca de 102 hectares em 2011).

Em seu jardim estão cerca de 1 500 espécies catalogadas de palmeira, sendo a maior coleção do tipo do mundo. Além disso o Instituto Inhotim abriga diversas plantas raras, tanto nativas quanto exóticas.

O Instituto é o único lugar da América Latina que possui um exemplar da flor-cadáver, uma espécie nativa da Ásia conhecida como sendo a maior flor do mundo, estando no Viveiro Educador, na Estufa Equatorial. Nas vezes em que floresceu ficou exposta ao público podendo ser visitada.

DSC_1303

DSC_1320

DSC_1288

DSC_1321

Autor: machadoprik

Dizem que o nosso destino não está dentro de nós, que não escolhemos nossa sina. Mas a verdade é que nós temos que ser valente o bastante para escolhê-lo.

Deixe uma resposta