O que é religião?

Em primeiro lugar se faz necessário trazer uma definição sobre o significado da palavra “religião”, para então traçar um raciocínio inicial e, em seguida, começar a dissertar sobre o tema em questão. 

Buscando no dicionário a palavra “religião“, encontramos o seguinte significado:

“Convicção da existência de um ser superior ou de forças sobre-naturais que controlam o destino do indivíduo, da natureza e do humanidade, a quem se deve obediência e submissão;”

Logo, compreendemos que, no livro dos significados, ao mencionar a existência de um ser superior, ao qual é atribuído o controle sobre as nossas vidas, não é estabelecido um nome pelo qual este deva ser chamado, assim como, também não lhe são atribuídas características, formas, qualidades ou adjetivos para lhe descrever. Deste modo, observando a definição do que seria um ser superior, fica uma lacuna sobre as suas características.

Devido a esta falta de especificidade, este ser superior, num primeiro momento, não ganha aspectos físicos. Assim, cabe a cada pessoa sintetizar tudo aquilo que pensamento lhe trouxera a respeito deste ser superior e juntando todas as informações obtidas, dar-lhe a definição que acreditar ser dele. Agora, antes de atentar para um segundo significado para a palavra “religião”, vamos logo definir o que são “forças sobrenaturais“.

Dando continuidade à busca no dicionário para a elucidação desta etapa inicial, vamos destacar o significado da palavra “sobrenatural“, a qual encontramos a seguinte definição:

“Que está fora do natural ou do comum; que parece ir além das leis naturais; extranatural, preternatural, sobre-humano, super-humano, supernatural, ultranatural;”

A partir desta premissa, podemos ter uma disposição do que seria vislumbrado como “forças sobrenaturais“, que foi mencionada no dicionário na definição da palavra “religião“.

Importante destacar que não há um rol taxativo nem ao menos um rol exemplificativo, em que estas forças possam ser no mínimo definidas ou, talvez, mais precisamente delimitadas. Deixando novamente a critério de cada um de nós definirmos aquilo que acreditamos estar fora dos limites da normalidade, assim como, aquilo que passou dos limites da naturalidade e/ou ainda aquilo que parece não ser obra da natureza humana, para ser encarado como uma força sobrenatural.

Ainda há um segundo significado sobre a palavra “religião” que merece ser destacado:

“Serviço ou culto a esse ser superior ou forças sobrenaturais que se realiza por meio de ritos, preces e observância do que se considera mandamentos divinos, geralmente expressos em escritos sagrados. “

Sobre este último significado, nota-se que, do mesmo modo que o primeiro significado mencionado ocorre a enfatização sobre a existência de um ser superior ou sobre a existência de forças sobrenaturais.

Ao fim, nota-se que cada ser humano, individualmente, de acordo com suas convicções pessoais e religiosas somadas aos pensamentos, opiniões e crenças, individuais e peculiares, vai tentando definir estes conceitos e assim agregando informações e valores as suas crenças e a sua fé.

Cabe ressaltar que, pelo fato destes conceitos sofrerem estas variações individuais mencionadas, por vezes, acabam ocorrendo mudanças mutações nas crenças religiosas e populares.

 

Trecho do livro “O ESTADO DIANTE DA FÉ: A RELIGIÃO E O DIREITO”
(para adquirir o livro clique aqui)

Anúncios

Um comentário em “O que é religião? Deixe um comentário

  1. Conceptos muy interesantes acerca de la religión y la existencia de un ser superior.
    Latinoamérica fue muy creyente hasta el siglo pasado. Pero hoy dia existen ideas politicas fundamentalistas que ayudados por los medios de prensa a mas de la tecnología de la comunicación e información que distorsionan el pensamiento religioso y devoto de los pueblos. La pobreza extrema y la perdida de valores éticos y morales sumados a la adicción a estupefacientes hacen que el ser humano entre en decadencia y aversión hacia la creencia de un ser superior.