Plano de recuperação judicial

O plano de recuperação judicial é a proposta apresentada pela empresa devedora – em processo de recuperação judicial – diante da assembléia de credores.

O plano de recuperação judicial traz uma análise de todo o cenário da empresa, mostrando os aspectos econômicos, administrativos e financeiros, identificando suas carências e formulando como saná-las, de modo a empresa volte a gerar receita e lucro. O plano traz ainda um pedido de refinanciamento de todas as dívidas, de forma que a empresa consiga quitá-las de acordo com o plano proposto, detalhando como a empresa tem a pretensão de recuperar suas contas, de forma viável, de acordo com os laudos que devem ser feitos por especialistas avaliando os bens e ativos do da empresa.

Em outras palavras, primeiro deve ser feita a análise de todo o cenário da empresa, de forma documentada, com avaliação de técnicos no assunto, de acordo com a contabilidade da empresa. Depois a análise da viabilidade do plano de recuperação judicial, ou seja, a análise se o plano de recuperação judicial será mesmo capaz de recuperar a empresa.

A Lei de Falência, a Lei Federal 11.101/2005 prevê um plano de recuperação judicial especial para as microempresas e pequenas empresas, com condições especiais, entre elas o parcelamento da dívida em até 36 parcelas mensais, que devem ser iguais e sucessivas, com correção monetária e juros de 12% ao ano. Ressaltando que neste caso a recuperação judicial envolve somente as dívidas com fornecedores.

Anúncios

Autor: machadoprik

Dizem que o nosso destino não está dentro de nós, que não escolhemos nossa sina. Mas a verdade é que nós temos que ser valente o bastante para escolhê-lo.